imagem0001Fazer música alegra as crianças, auxilia na disposição em ajudar os outros e resolver melhor os problemas. Pesquisadores da West University of London, relataram o achado em pesquisas existentes em 2010, dos pesquisadores alemães  Sebastian Kirschner e Michael Tomasello, que demonstraram que o “fazer musical” pode significativamente ampliar o comportamento social positivo em crianças pequenas – elas se tornam mais cooperativas, agradável e disposta a ajudar os outros. Neste estudo, os pesquisadores se atentaram a justificar se o fazer musical pode auxiliar nas habilidades de resolver problemas, e se possível, se existe uma diferença entre meninos e meninas.

Os novos achados foram apresentados na British Psychological Society’s Cognitive Developmental Psychology Annual Conference.

A equipe recrutou cerca de 50 crianças de 4 anos de idade, entre meninos e meninas. As crianças foram separadas randomicamente em grupos musicais onde elas cantavam e tocavam um instrumento juntamente com um instrutor, ou através de um grupo não musical, onde as crianças apenas ouviam uma história. As descobertas mostraram que após uma sessão de fazer música, as crianças apresentavam-se em torno de 30 vezes mais prestativas em comparação com aquelas que não tocavam música, e seis vezes mais abertas à cooperação do que aquelas que ouviram a história, com as meninas sendo mais abertas à cooperação do que os meninos.

Enquanto meninos e meninas mostraram aumento na capacidade de resolver problemas após a sessão musical, o efeito foi forte entre os meninos: a capacidade de resolver problemas se demonstrou 4 vezes mais provável entre os meninos do grupo do fazer musical contra o grupo não -musical. A pesquisa demonstra que “a necessidade de escolar e pais que compreendam a importante regra do fazer música para as crianças corresponde ao vínculo social e comportamentos de ajuda.

Fonte: MyHealth